Banco de Portugal aplicou multas de 1,4 milhões de euros entre abril e junho

Entre os valores registados, 400 mil euros estão "suspensos na sua execução", ainda que não exista informação sobre os motivos da suspensão e as entidades sancionadas.

O Banco de Portugal (BdP) aplicou multas de 1,4 milhões de euros aos bancos que supervisiona no segundo trimestre deste ano, tendo sido decididos 37 processos de contraordenação.

“No contexto das referidas decisões foram proferidas pelo Banco de Portugal três admoestações e aplicadas coimas que totalizaram 1.455.500,00 euros (um milhão, quatrocentos e cinquenta e cinco mil e quinhentos euros)”, segundo a informação divulgada esta segunda-feira pela instituição, citada pela agência Lusa.

Entre os valores registados, 400 mil euros estão “suspensos na sua execução”, ainda que não exista informação sobre os motivos da suspensão e as entidades sancionadas.

De forma discriminadas, 27 infrações são relativas a natureza comportamental, seis de natureza prudencial, três sobre deveres respeitantes à prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo e um processo de atividade financeira ilícita, segundo a agência noticiosa.

O BdP abriu, ainda, no segundo trimestre 46 processos de investigação que podem dar origem a contraordenações.

No primeiro trimestre deste ano, o Banco de Portugal tinha instaurado 54 processos de contraordenação e decidido 84, aplicando coimas que totalizaram os 230 mil euros.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB