‘Baleia Azul’: Estes são os 50 desafios que estão a preocupar pais de todo o mundo

Site brasileiro divulgou aqueles que são, alegadamente, os cinquenta desafios do jogo que está a alarmar o Brasil e que ameaça chegar a Portugal.

Reuters

Um site brasileiro publicou aqueles que são, alegadamente, os 50 desafios (que publicamos em português do Brasil para que sejam facilmente identificáveis) que consistem no jogo que está a alarmar o Brasil e que ameaça chegar a Portugal.

50 desafios do jogo Baleia Azul (em português do Brasil):

  1. Com uma navalha, escreva a sigla “F57” na palma da mão e em seguida enviar uma foto para o curador.
  2. Assista filmes de terror e psicodélicos às 4:20 da manhã, mas não pode ser qualquer filme, o curador indicará, lembrando que ele fará perguntas sobre as cenas, pois ele quer saber se você realmente assistiu.
  3. Corte seu braço com uma lâmina, “3 cortes grandes” mas é preciso ser sobre as veias e o corte não precisa ser muito profundo, envie a foto para o curador, e seguirá para o próximo nível.
  4. Desenhe uma baleia azul e enviar a foto para o curador.
  5. Se você está pronto para se tornar uma baleia escreva “SIM” em sua perna. Se não, corte-se muitas vezes “Castigue-se”.
  6. Tarefa em código.
  7. Escreva “F40” em sua mão, envie uma foto ao curador.
  8. Em sua rede social, escreva “#i_am_whale” no seu status do VKontakte(Rede Social Russa) ou no Facebook. O texto significa “Eu sou uma Baleia”.
  9. Ele te dará uma missão baseada no seu maior medo, ele quer fazer você superar esse medo.
  10. Acorde as 4:20 da manhã e suba em um telhado, quanto mais alto melhor.
  11. Desenhe uma foto de uma baleia azul na mão com uma navalha e enviar a foto para o curador.
  12. Assista filmes de terror e psicodélicos, todas as tardes.
  13. Ouça as músicas que os “curadores” te enviarem.
  14. Corte seu lábio.
  15. Fure sua mão com uma agulha muitas vezes.
  16. Faça algo doloroso, “machuque-se”, fique doente.
  17. Procure o telhado mais alto, e fique na borda por algum tempo.
  18. Suba em uma ponte e sente-se na borda por algum tempo.
  19. Suba em um guindaste ou pelo menos tente.
  20. No próximo passo o curador irá verificar se você é de confiança.
  21. Encontre outra baleia azul, “outro participante”, o curador te indicará.
  22. Pendure-se novamente em um telhado alto, e apoie-se na borda com as pernas penduradas.
  23. Outra tarefa em código.
  24. Tarefa secreta.
  25. Reunião com uma baleia azul que o curador indicará.
  26. O curador indicará a data da sua morte, e você aceitará.
  27. Acorde as 4:20 e vá a uma estrada de ferro.
  28. Não fale com ninguém o dia todo.
  29. Fazer um voto de que você é realmente uma Baleia Azul.
    30-49. Todos os dias, você deve acordar às 4:20 da manhã, assistir a vídeos de terror, ouvir música que “eles” lhe enviam, fazer 1 corte em seu corpo por dia, falar “com uma baleia”. Durante o intervalo dos desafios entre 30 e 49.
  1. Tire sua própria vida.

No que consiste o jogo?

O jogo da “baleia-azul” consiste numa série de 50 desafios cujo objetivo final do jogador é suicidar-se. O fenómeno está a ter proporções enormes nas redes sociais.

Foi instaurado um inquérito depois de uma mãe de um menino de 12 anos ter denunciado que o filho foi convidado a participar numa série de desafios.

O jogo tem 50 desafios diários, enviados à vítima por um “curador”. Há desde tarefas simples, como desenhar uma baleia azul numa folha de papel até outras muito mais mórbidas, como cortar os lábios ou furar a palma da mão, conta o jornal Globo. Já aconteceu um dos participantes ter sido desafiado em “desenhar” uma baleia azul no seu antebraço com uma lâmina.

O “curador” é quem envia ao participante os desafios diários, até que chega ao último passo, que é o suicídio. O Globo teve acesso a uma  mensagem recebida por jovem brasileiro de 22 anos, que foi convidado a jogar: “Caso nos bloqueie ou nos ignore, mandaremos o seu número ao nosso chefe. Ele vai pegar nos seus dados e descobrirá o seu nome”.

As autoridades brasileiras não sabem ainda qual é a origem do jogo, mas os primeiros relatos surgiram na Rússia. Em fevereiro, duas adolescentes saltaram de um prédio de 14 andares em Irkutsk, na região da Sibéria. Segundo investigações, Yulia Konstantinova, de 15 anos, e Veronika Volkova, de 16, suicidaram-se depois de completarem as 50 tarefas. Uma das raparigas tinha partilhado na sua página pessoal do Facebook, no dia da morte, uma fotografia de uma baleia azul.

Mais notícias