Aviso do FMI: Classe média está em vias de extinção

Diminuição da classe média é um entrave ao consumo, o principal motor do PIB nas economias desenvolvidas, alerta Fundo Monetário Internacional.

Bogdan Cristel/Reuters

A classe média está a diminuir no mundo ocidental e a tendência parece ter acelerado desde 2000, comprometendo o crescimento económico e a criação de emprego e salários.

Além disto, a diminuição da classe média é um entrave ao consumo, o principal motor do PIB nas economias desenvolvidas.

“A classe média nos EUA caiu 11 pontos percentuais desde 1979. Por outras palavras, a distribuição dos rendimentos está a polarizar-se à medida que a classe média se torna mais rica ou mais pobre”, disse Ali Alichi, economista do FMI para os EUA.

Até ao ano 2000, a grande parte dessa descida na classe média estava relacionada com o aumento dos rendimentos.

Nos EUA, entre 1979 e 2000, quase o dobro das famílias passaram da classe média para a alta, do que as que passaram da classe média para a baixa. Contudo, a partir de 2000, a diminuição da classe média deveu-se a um aumento da classe baixa ou menores rendimentos.



Mais notícias