Autoridades garantem: Ameaça terrorista em Portugal “é moderada”

Fonte da PSP e a Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna desmentem os rumores que circulavam acerca do reforço da segurança em algumas zonas turísticas de Lisboa e do aumento do nível de ameaça terrorista.

No seguimento de uma notícia avançada pela TVI que dava conta de um reforço “inédito” da segurança em algumas zonas turísticas de Lisboa, Helena Fazenda, Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna, garantiu em comunicado que Portugal não alterou o grau de ameaça terrorista e que este “se mantém em grau moderado”.

O comunicado emitido pelo serviço liderado por Helena Fazenda informou ainda que “todas as forças e serviços de segurança que integram a Unidade de Coordenação Antiterrorismo estão a trabalhar em completa articulação e em cooperação com as suas congéneres, acompanhando o contexto internacional no âmbito da ameaça terrorista”.

Contactada pela agência Lusa, a responsável explicou ter emitido o comunicado por causa dos “rumores” que estavam a circular sobre a subida dos níveis de alerta contra o terrorismo em Portugal. O comunicado agora emitido confirma as declarações da ASPP ao Jornal Económico, nas quais negava ter conhecimento deste reforço extraordinário.

Na mesma linha estão declarações proferidas à RTP por fonte oficial da PSP, que garantiu que o nível de ameaça terrorista não se alterou e que o reforço policial será sentido em todo o país – em zonas de maior aglomeração de pessoas – e não apenas em Lisboa.





Mais notícias