InícioNotícia escrita porsaudeonline.pt

Médicos Internos com menos horas de trabalho descrevem maior satisfação com a própria formação e com o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal do que aqueles com horários flexíveis e turnos mais longos. Os resultados revelam ainda que a diminuição das horas de trabalho dos residentes não parece alterar os resultados na formação.

SIM e FNAM garantem que o Ministro da Saúde não apresentou contrapropostas na reunião desta quarta-feira e, por isso, mantêm convocação de greve para os dias 8, 9 e 10 de maio. Roque da Cunha, do SIM, exige que o ministro das Finanças esteja presente na próxima reunião.

92,7% dos portugueses já tinham médico atribuído no ano passado, o valor mais alto de sempre. Contudo, em 2017 realizaram-se menos cerca de 350 mil consultas nos centros de saúde.

Estamos perante uma “feminização da profissão” na medicina. Mas será que existe diferença na forma de praticar a arte? Não é opinião, é saúde baseada da evidência científica. Com António Vaz Carneiro, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

A Ordem dos Médicos estima que os 120 milhões de euros gastos em 2017 na contratação de tarefeiros teriam garantido a contratação de 3.000 médicos para os quadros do Serviço Nacional de Saúde. O bastonário, diz que faltam mais de 5.000 médicos especialistas.

Evolução marcada pelos contributos positivos do “comércio por grosso de produtos farmacêuticos” e do “comércio a retalho de produtos farmacêuticos”, indica Estudo Central de Balanços.

Desenvolvida na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto por investigadores do CINTESIS, a aplicação destina-se a facilitar o tratamento de doenças respiratórias como a asma.

Adalberto Campos Fernandes cedeu a duas reivindicações dos enfermeiros: um subsídio de 150 euros para os enfermeiros especialistas com retroativos a janeiro e a assinatura do protocolo negocial para a revisão da carreira.