InícioNotícia escrita porNuno Cunha, CEO da Aavanz Innovazion

Um sistema não pode “analisar-se” sozinho, é necessário “sair” do mesmo para o observar, montar “sensores” ou pedir observação externa.

As grandes empresas devem criar equipas que adotem o comportamento de gazelas: pequenos grupos empreendedores, abertos a novos conhecimentos, tecnologias, oportunidades e ameaças. Com processos ágeis, objetivos ambiciosos e visões do futuro.