InícioNotícia escrita porNuno Barradas Esteves, Economista

A realização de um evento com uma audiência global como é o Mundial de Futebol, veio permitir o apaziguamento das relações entre Rússia, EUA e União Europeia.

Uma alienação de atletas por valores aceitáveis, permitiria a manutenção da atividade operacional do Sporting e reforçaria a credibilidade do clube junto dos seus parceiros de negócio.

Por mais otimistas que sejam as entidades financiadoras e por mais visionário que seja o seu fundador, uma empresa só o é, na verdadeira aceção da palavra, quando gera lucros.

A Eurovisão foi um 'boost' não só para as marcas envolvidas no evento, mas sobretudo para Portugal e para Lisboa, em particular.

As sanções económicas têm sempre um efeito ‘boomerang’: um país não atinge os seus parceiros comerciais sem se atingir a si próprio, acabando o lado mais frágil por ser o mais penalizado.

A atividade de análise de investimentos está numa fase de reinvenção para manter-se como elemento significativo na disponibilização de informação relevante ao mercado.

O atual governo sul-africano deve aproveitar a estabilidade política, as boas instituições e a sua população jovem e dinâmica para modernizar os setores onde o país tem vantagens comparativas.

Lisboa está na moda, mas o crescimento atual é sustentado e sustentável, dado que as fontes da procura são hoje muito mais diversificadas e a dinâmica não é apenas conjuntural.

PUB
PUB
PUB