InícioNotícia escrita porLuis Filipe Malheiro

Ao contrário do que muitas pessoas pensam e da própria imagem que se vendeu durante décadas sobre o "El Dorado" venezuelano, milhares de madeirenses vivem naquele país sul-americano sem condições de regressarem à sua terra.

A Ministra do Mar já fez chegar ao governo madeirense a nova versão do polémico diploma que penalizava o Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR)

Lopes a Fonseca é o líder do CDS-Madeira e antigo presidente do grupo parlamentar dos populares na Assembleia Legislativa. Apontado como um líder improvável, acabou por ser a solução, aparentemente transitória, saída do último e conturbado 15º Congresso regional dos centristas populares madeirenses, realizado em Dezembro de 2015.

É num quadro de instabilidade, violência, manifestações, falta de alimentos e de medicamentos, que o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas e o secretário regional madeirense que tutela o setor da emigração, efetuam desde hoje uma visita à Venezuela que se prolonga até 2 de Junho.

O deputado social-democrata madeirense, Miguel de Sousa, considera que o subsídio de mobilidade por avião atribuído desde 2015, ainda que ajude os madeirenses, "terá tido outros interesses à mistura" e pode constituir uma forma de financiamento do Estado à companhia.

O reitor José Carmo sublinha que “apesar da situação da Universidade ser sólida, face ao saldo acumulado de que dispõe, esta tem vindo a degradar-se, fruto das consequências da crise económica que o País tem atravessado e que se manifestou, desde logo, através de sucessivos cortes orçamentais”.

Os governos regionais da Madeira e dos Açores assinaram ontem em Angra do Heroísmo um acordo relacionado com o princípio da reciprocidade na prestação de cuidados de saúde aos utentes.

Embora não tenham sido revelados oficialmente os assuntos que estarão em cima da mesa, facilmente se antecipa que o tema principal da audiência está relacionado com a eventual aprovação, pelo governo de Lisboa, de nova legislação considerada "fortemente penalizadora" do Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR).