InícioNotícia escrita porJE Editors

editors@jornaleconomico.pt

Nunca foi tão barato frequentar um ginásio do Fitness Hut. A cadeia de ginásios low-cost lançou uma campanha promocional de guerrilha: são 7 euros por semana e livre trânsito, todos os dias do ano.

Estar, ou não estar, na Cloud já não é uma questão. Com uma infinidade de possibilidades de plataformas, agora a questão é: como escolher aquela que melhor se adequa às suas necessidades. Deixamos-lhe dez pistas.

A Cloud já mostrou que não é só uma moda, um trampolim para a transformação digital ou uma forma de ganhar mais dinheiro. É também uma ferramenta para melhorar o mundo. Saiba como as empresas estão a aproveitar outras capacidades da Cloud, por exemplo, para criar um sistema de monitorização de terramotos, convertendo o iPhone num sismómetro pessoal.

Nunca o nome Big Data fez tanto sentido. Geram-se cada vez mais dados, mais sensíveis e de forma caótica. O desafio é gigante: onde é que as empresas podem armazenar e tratar toda a informação, de forma segura, e criar valor com ela? Na cloud, claro.

874 anos separam a mesa de D. Afonso Henriques, da nossa, do quotidiano. Mas e se um único cabaz conseguisse reunir oito séculos de cultura gastronómica, juntando tradição e modernidade? Aqui há 32, para encher a mesa e a alma.

A cloud tem sido um combustível como nenhum outro para a transformação digital das empresas, de todos os tamanhos e indústrias, na última década. E a inovação não vai ficar por aqui. A SAP Cloud Platform é o palco que reúne muitas das tendências tecnológicas, que podem ser vividas pelas empresas num ponto único, na cloud e aberto a novas aplicações.

Um programa de gestão, compatível com uma atividade profissional, com a família, e com a assinatura de uma das melhores escolas de negócio do mundo.

Entrar no corredor de vinhos do supermercado, percorrer centenas de garrafas e rótulos, castas e regiões: escolher um bom vinho pode ser uma missão impossível, mas este selo pode facilitar tudo.