InícioNotícia escrita porHermínio Silves

hsilves@jornaleconomico.pt

Curta entrevista exclusiva (via e-mail) com o Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, sobre a economia e a conjuntura do país. Oito perguntas e oito respostas sobre TACV, emprego, crescimento económico e a suposta descoordenação com o vice-primeiro ministro, Olavo Correia. Saiba mais.

Tem uma start-up neste ramo? Saiba então o que vai mudar com a proposta de lei sobre o Crowdfunding que o Grupo Parlamentar do MpD vai levar à Assembleia Nacional - o diploma deve ir à votação, na generalidade, na sessão plenária deste mês de Abril. O Económico Cabo Verde falou com Milton Paiva, coordenador e porta-voz da bancada ventoinha nesta matéria, sobre as valências da nova lei de financiamento colectivo, que teve contributos do Banco de Cabo Verde (BCV) e outras entidades com interesse na promoção, gestão e regulação desta actividade.

O Banco de Cabo Verde prevê um aceleramento da economia cabo-verdiana até 4,5% este ano, informa o relatório de Política Monetária do banco central hoje, 17, divulgado. A previsão é mais optimista da do FMI (4,3%), mas menos ambiciosa da estimativa do Governo, que acredita que Cabo Verde irá crescer 5,5% em 2018.

O Governo indiano pretende estreitar as relações comerciais com a África, instalando, até 2021, embaixadas em 18 países do continente, e Cabo Verde é um dos países eleitos. Nova Deli quer atingir 100 mil milhões de dólares por ano nas trocas comerciais com os estados africanos.

A SINN Power, empresa alemã de energias renováveis, vai montar dentro de meses um projecto comercial de captação de energia das ondas do mar para abastecer a empresa de aquacultura Fazenda do Camarão, na ilha de São Vicente. Será o primeiro projecto do tipo no país.

O Governo chamou Pedro Barros para liderar a Pro-Empresa, organismo do Estado para a promoção empresarial. A nomeação do economista sénior coincide com a sua saída da presidência da Comissão Executiva do Banco Cabo-verdiano de Negócios (BCN), que está em processo de reestruturação com a seguradora Ímpar a adquirir todas as acções da SEPI.

Um inquérito inédito feito pela Afrosondagem sobre a satisfação dos clientes da Emprofac revela que, numa escala de 1 a 10, as farmácias atribuem uma nota de 7,1 pontos à empresa nacional de comercialização de medicamentos. Saiba mais.

A Pró-Garante é a nova empresa pública de cariz mutualista que vem substituir a CV-Garante na prestação de garantias para a obtenção de crédito a preço e prazo mais favoráveis às pequenas empresas. Começa com um fundo de 10 milhões de dólares e garante 80% do crédito em investimentos até 40 mil contos (400 mil euros).

PUB
PUB
PUB