InícioNotícia escrita porFrancisco Proença de Carvalho, Advogado

A polémica fácil e ruidosa é uma “corrente de opinião” cada vez mais instalada que em nada contribui para que a política seja uma atividade nobre, capaz de atrair gente com valor.

Mais importante do que negociar tudo e com todos é decidir bem. É ter coragem de entrar em confronto quando tal é necessário.

Nunca fui adepto da expressão genérica que tantos vão repetindo, sem critério e por mera apologia do politicamente correto: “Confio na Justiça!”.

Será que o Estado fez tudo o que estava ao seu alcance para proteger o país? Dúvidas destas minam a confiança nas instituições.

Às vezes é necessário mais tempo, mais educação e informação para que os eleitores percebam o alcance de determinadas decisões e parece-me que isso, muitas vezes, tem faltado nas democracias europeias.

Pessoas com inteligência e serenidade para apreciar Jornalismo começam a arranjar opções de entretenimento e informação alternativas. Fartaram-se…

Quando se fala do Estado normalmente só se discutem direitos, salários, progressões de carreira, estatutos profissionais. Só se discute a agenda dos sindicatos e das corporações. Pouco ou nada se discute de organização, fiscalização e responsabilidade.

Essencialmente, foram os trabalhadores e empresários do setor privado que mais sofreram e é a reinvenção deles que está a levantar a economia do país.