InícioNotícia escrita porEduardo Teixeira, Economista, Antigo Deputado-Comissão Parlamentar,Economia e Finanças na AR

Fundado na primeira metade da década de 1980, numa fase de consolidação do regime democrático, o SNQTB afirmou-se desde logo pela busca de uma sempre melhor qualidade de vida, social, familiar e com saúde dos Quadros e Técnicos Bancários de Portugal, e por isso criou mais tarde, e há 25 anos atras, um dos melhores subsistemas de saúde em Portugal, o SAMS Quadros.

O partido do governo não pode apostar que, num cenário de eleições antecipadas, a maioria lhe esteja garantida. A folga que recebeu do governo de Pedro Passos Coelho em 2016 está esgotada e, em 2019, nada tem para oferecer aos parceiros da esquerda.

A política de coesão tem o objetivo de diminuir as assimetrias regionais e ajudar os países mais pobres. Um terço dos portugueses vive em risco de pobreza. Mais argumentos para quê?

O que se está a passar é irreal, tanto do ponto de vista desportivo, como financeiro. Como é que perante um quadro de falência iminente, as ações sobem exponencialmente?

O Governo, uma vez que não é acionista, deveria ter optado pelo direito de reserva em vez de precipitar-se. É preciso ter em conta o contexto e algumas fragilidades da proposta.

Apesar das restrições futuras, há uma boa notícia. O orçamento que mais sobe é o da ciência, que passa de 77 mil milhões para 100 mil milhões de euros.

São demasiadas dúvidas para uma certeza: a divulgação destes nomes coloca em causa não só o sigilo bancário como a proteção dos dados, direitos fundamentais e consagrados na lei.

PUB
PUB
PUB