InícioNotícia escrita porEconómico Cabo Verde

A Agência de Promoção do Investimento e Exportação de Cabo Verde (CV TradeInvest) participa no 12º Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre China e Países de Língua Portuguesa, que decorre de hoje, 21, até amanhã no Centro de Congressos de Lisboa.

A cooperativa japonesa Japan Tuna vai reforçar a presença de navios nipónicos para ytransbpordo e abastecimento de produtos pesqueiros em Cabo Verde.

Os produtores do vinho de Fogo depositam esta quarta-feira, 20, no Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI), o pedido de registo de Denominação de Origem e Indicação Geográfica para “Vinho do Fogo e “Vinho Chã das Caldeiras”.

Os resultados líquidos da Cabo Verde Telecom mais que triplicaram em 2017, passando de 50 mil contos em 2016 para 160 mil contos de lucro no ano passado.  Para este ano, a operadora estima atingir 180 mil contos de lucro. José Luís Livramento, presidente do Conselho de Administração da Cabo Verde Telecom, explica estes números ao Económico Cabo Verde e fala dos grandes desafios da empresa, num cenário em que serviços prestados nos telemóveis por WhatsApp, Viber ou iMessage, são cada vez mais utilizados.

A Garantia, Companhia de Seguros de Cabo Verde, pertencente ao Grupo Fidelidade, abriu duas novas Agências na cidade da Praia, uma no bairro da Achada de Santo António e outra no Palmarejo. O vice-primeiro ministro, Olavo Correia, aproveitou para anunciar Olavo reformas para o sector a nível da modernização legislativa e regulamentar, associada aos seguros automóvel, marítimo e outros.

Elisabeth Gonçalves é a primeira mulher a assumir a presidência da AJEC, Associação de Jovens Empresários de Cabo Verde. Eleita em Fevereiro, o Económico de Cabo Verde quis conhecer os principais desafios desta associação que conta com 174 empresas associadas. E ela aborda muito mais do que isso.

O Vice-primeiro ministro anunciou na sua página do facebook que o porto da ilha do Maio já tem financiamento garantido de 15 milhões de euros do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD).

O Governo está determinado em começar a isentar os vistos a cidadãos europeus e do Reino Unido, que tem vindo a ser sucessivamente adiada, logo no primeiro dia de Janeiro de 2019 - apesar de operadores e parceiros pedirem mais tempo.

PUB
PUB
PUB