InícioNotícia escrita porAntónio Vasconcelos Moreira

amoreira@jornaleconomico.pt

No que toca aos serviços públicos, Lisboa é o concelho preferido dos portugueses. Afinal, em comparação com o resto do país, é na capital que mais abundam. No entanto, certos transportes e hospitais públicos, assim como o atendimento dos profissionais nos serviços das Finanças e da Segurança Social, estão entre os menos recomendados.

O português, CEO da EDP Brasil desde 2014, foi eleito pela terceira vez consecutiva como uma dos melhores CEO do Brasil. Entre outras coisas, a revista destaca a gestão de Setas por ter triplicado o valor de mercado da empresa.

O Banco BPI torna-se no "banco oficial das seleções" nacionais e empresta o seu nome à primeira liga de futebol feminino, doravante conhecida como "Liga BPI". O contrato de patrocínio entre a FPF e o BPI foi assinado esta terça-feira, 17 de julho, na Cidade do Futebol e termina em 2022.

Para fazer férias e ir à praia, os concelhos do sul de Portugal parecem reunir a preferência dos mais de mil portugueses que participaram no estudo. Mas nem sempre o concelho preferido para fazer férias é o mais recomendado para tal. Já para ir à praia, a conversa é outra.

Será que Cristiano Ronaldo vai conseguir ser eleito o melhor jogador do mundo pela sexta vez enquanto representar a Juventus? Fomos espreitar os números de todos os jogadores que ganharam a bola de ouro quando representavam o clube de Turim: se Cristiano manter a pontaria afinada, parece ter possibilidades.

MEGA - Manuais Escolares GrAtuitos é a nova aposta do Ministério da Educação para facilitar a aquisição de livros escolares para os alunos que frequentem o ensino público entre o 1º e 6º anos de escolaridade. A plataforma online deverá estar operacional a partir do início de agosto.

O Special One considera que a Juventus fez um negócio que terá repercussões no futebol italiano: não só aumenta o mediatismo da Serie A, como também colocando pressão sobre os grandes rivais da "Vecchia Signora": o Inter, o Milan e a Roma.

Em declarações ao Jornal Económico, Afonso Eça e José Maria Rêgo, fundadores da Raize, explicaram que era importante para empresa alargar a sua base de acionistas para que a empresa potencie o seu crescimento e dinamize a capacidade de financiamento na economia nacional.

PUB
PUB
PUB