Associação Académica da UAL vai a votos. Mudança é palavra de ordem

Luís Branco, aluno do 2.º ano da licenciatura de Direito, lidera o movimento “Os Netos da Casinha Amarela”, primeira lista a posicionar-se na corrida às eleições que se realizam dia 21 de março.

A Associação Académica da Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) poderá estar a um passo da mudança, após anos de marasmo. Luís Branco, aluno do 2.º ano da licenciatura de Direito lidera o movimento “Os Netos da Casinha Amarela”, primeira lista a posicionar-se na corrida às eleições que se realizam dia 21 de março.  Estes estudantes prometem tempos novos e propostas inovadoras, conforma explica o universitário  ao Jornal Económico.


O que vos inspirou a avançar com esta candidatura?

O que nos inspirou foi a nossa vontade de querer mudar e a maneira como encarámos este desafio. A vida associativa na UAL estava suspensa, o que era impensável para uma instituição com a nossa história e responsabilidade. Quando criámos a página “Os Netos da Casinha Amarela” quisemos despertar a consciência cívica dos vários estudantes da nossa Universidade. Isso foi conseguido. Ficámos entusiasmados pelo feedback que recebemos, muita gente foi reforçando a ideia de que realmente tinha de haver uma mudança e nós acreditámos que era possível. Se o renascimento da vida associativa foi construída por nós, não podíamos deixar de ser consequentes e levar isto até ao fim! É este o nosso projeto.

O que destacam nas vossas propostas?

Destacamos os pilares que sustentam o nosso projeto. O desporto é algo que mexe muito numa Universidade e queremos fazer dele uma referência a nível nacional onde o objetivo passa por levar as equipas ao primeiro escalão dos Campeonatos Universitários. Outro destaque é a formação complementar: Organizar palestras sobre vários temas e uma Feira de Emprego onde se traga aos nossos alunos uma realidade mais próxima do mercado de trabalho. E destaco o mais importante, que são as preocupações dos nossos estudantes, a todos os níveis, onde queremos que se reflita essencialmente numa melhoria do ensino. Destaque também para a importância que daremos aos alunos de Arquitetura no Pólo de Campo de Ourique, onde ouvimos os problemas existentes e as melhorias que se podem fazer.

Dá-nos 3 razões para que os outros estudantes votem em vocês.

Uma razão passa pela própria composição da lista. Temos pessoas de diversos cursos, o que nos dá alguma diversidade e credibilidade. As pessoas estão espalhadas pelos departamentos, existe uma certa organização das funções de cada um. É um grupo que está a ser formado desde outubro. Depois temos medidas concretas e realistas, abordando todas as temáticas que um estudante da Universidade precisa para aproveitar ao máximo a sua experiência académica. Por último, já provámos que não desistimos facilmente e somos persistentes! Temos atitude e gostamos de desafios.

 




Mais notícias
PUB
PUB
PUB