Almaraz: Rei garantiu a Marcelo que não serão tomadas decisões unilaterais

O assunto foi abordado na breve audiência concedida por Marcelo Rebelo de Sousa no dia das cerimónias fúnebres de Mário Soares,

REUTERS / Sergio Perez

Felipe VI, rei de Espanha, garantiu a Marcelo Rebelo de Sousa que não serão tomadas decisões de forma unilateral relativamente ao aterro temporário para resíduos nucleares em Almaraz, junto ao rio Tejo e a cerca de 100 quilómetros da fronteira com Portugal, escreve hoje o Público.

O jornal avança ainda que o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal Augusto Santos Silva e o Ministro dos Negócios Estrangeiros José Manuel García-Margallo disseram ao Presidente da República português que serão agendas reuniões bilaterais para discutir a questão.

Segundo o Público, isto traduz-se na possibilidade de Portugal discutir a questão, “estando entreaberta a porta para que o Governo aceite participar na reunião prevista para quinta-feira, tal como afirmava na terça-feira à noite o Ministério dos Negócios Estrangeiros”.
Para o Ministro do Ambiente o objetivo é “iniciar uma conversa sobre a revisão da Convenção de Albufeira”, que rege a forma como os rios internacionais são geridos entre Espanha e Portugal.
Mais notícias