Alijó: dois helicópteros reforçam combate a incêndio com uma frente ativa

Foram mobilizados 150 operacionais, 40 viaturas e dois meios aéreos para Vila Chã, onde o alerta para um incêndio em zona de mato foi dado às 01h55 de domingo.

Desde a madrugada deste domingo que um incêndio lavra em Vila Chã, concelho de Alijó. Os bombeiros estão a ter dificuldades no combate à frente ativa do incêndio devido às dificuldades de acesso ao local, segundo explicou o comandante distrital de Vila Real à agência Lusa. Dois helicópteros reforçaram o combate ao fogo durante esta manhã.

Foram mobilizados 150 operacionais, 40 viaturas e dois meios aéreos para Vila Chã, onde o alerta para um incêndio em zona de mato foi dado às 01h55 de domingo. O comandante Álvaro Ribeiro, disse à agência Lusa que o incêndio começou com três frentes ativas, mas duas já estão controladas. A terceira está a queimar numa zona de forte declive e sem acessos, nem para as viaturas, nem para os bombeiros.

“A frente que está num declive muito acentuado é a que está mais atrasada no combate. Nós estamos a fazer pressão com o helicóptero, mas precisámos de ter meios no terreno para consolidar”, afirmou. Relativamente às outras frentes do fogo, Álvaro Ribeiro referiu que uma delas “está em fase de rescaldo” e a outra “está a ceder fortemente aos meios” terrestres e aéreos.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB