Alemanha legaliza casamento homossexual

Parlamento alemão foi a votos esta sexta-feira e aprovou o matrimónio entre pessoas do mesmo sexo com 393 votos a favor, 226 contra e quatro abstenções.

A Alemanha disse “sim” ao “sim” entre pessoas do mesmo sexo, juntando-se ao leque de países europeus que o fizeram anteriormente, como Portugal, Espanha, França e Reino Unido. O Parlamento alemão foi a votos esta sexta-feira e legalizou o matrimónio homossexual com 393 votos a favor, 226 contra e quatro abstenções.

Quem se mostrou contra a aprovação foi a chanceler Angela Merkel, responsável por um dos votos contra. Na perspetiva da chefe do governo alemão, o casamento dever concretizar-se apenas entre um homem e uma mulher – daí ter dito o “não” no Parlamento. Ainda assim, Angela Merkel considera que a nova lei pode trazer maior paz social e coesão ao país da Europa Central.

“Espero que a votação de hoje [30 de junho] não só promova o respeito entre as diferentes opiniões, como também traga mais coesão e paz social”, afirmou aos jornalistas a governante alemã, que é candidata às eleições legislativas de setembro.

De acordo com a agência Reuters, na conferência de imprensa, Angela Merkel fez questão de frisar que opção de votar contra foi uma vontade estritamente pessoal e que se convenceu, nos últimos anos, de que os casais do mesmo sexo deveriam ter permissão para adotar crianças.





Mais notícias