Aethel: “A nossa oferta é melhor mas o Governo não se importa de vender o Novo Banco por zero”

A proposta da Aethel prevê o pagamento de até 3,8 mil milhões de euros pelo Novo Banco, se os fundos lesados pelo 'bail in' da dívida forem compensados.

O fundador da Aethel Partners, Ricardo Santos Silva, concedeu uma entrevista à estação de televisão CNBC onde critica a decisão de venda do Novo Banco ao fundo Lone Star. Santos Silva recordou que a Aethel apresentou uma manifestação de interesse em janeiro, mas frisou que até à data não obteve resposta do Governo português.

“Não entendemos esta decisão”, disse o sócio da Aethel, acrescentando que aparentemente o Governo “quer apenas acabar com o assunto e vender o banco a qualquer preço”.

“A nossa proposta é melhor”, defendeu. Recorde-se que a proposta da Aethel prevê o pagamento de até 3,8 mil milhões de euros pelo Novo Banco, em troca de determinadas condições, nomeadamente o pagamento de compensações a alguns fundos internacionais lesados pela passagem de dívida sénior do Novo Banco para o BES “mau”, como a Blackrock.

“A nossa proposta envolve todos os ‘stakeholders’ e permite evitar anos de litigancia”, defendeu.

PUB
PUB
PUB