A parada triunfal de Erdoğan depois da vitória

O presidente turco foi recebido por milhares de pessoas no aeroporto de Istambul, depois do "sim" ter vencido no referendo que amplia os poderes presidenciais, um processo considerado como não verdadeiramente democrático por observadores internacionais.

No regresso a Istambul, Recep Tayyip Erdoğan foi recebido por uma multidão eufórica de apoiantes.

O “sim” venceu o referendo que vai transformar a Turquia num regime onde os poderes presidenciais ampliam, e onde a importância das instituições ficam bastante mais reduzidas.

O presidente turco prometeu que “as coisas vão melhorar” depois da entrada em vigor da revisão constitucional.

Em caso de concretização destas reformas, o Presidente torna-se no único detentor do poder executivo, vai manter um amplo controlo sobre os poderes judicial e legislativo e é autorizado a emitir decretos.

Em teoria, Erdoğan poderá permanecer na chefia do Estado até 2019. Ocupou o cargo de primeiro-ministro entre 2003 e 2014, antes de ser eleito Presidente através de sufrágio universal, como escreve a Lusa.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB