87,7% das estâncias balneares portuguesas têm água de excelente qualidade

Das 603 estâncias nacionais analisadas, 529 (87,7%) foram qualificadas como “excelente”. Em termos proporcionais, embora acima da média europeia (85%), Portugal ocupa apenas a décima posição, atrás de Malta (98,9%), Chipre (97,3%) e a Grécia (95,9%).

A maioria das estâncias balneares portuguesas tem água de excelente qualidade, segundo o relatório anual sobre a qualidade das águas balneares na Europa realizado pela Agência Europeia do Ambiente.

Das 603 estâncias nacionais analisadas, 529 (87,7%) foram qualificadas como “excelente”. Em termos proporcionais, embora acima da média europeia (85%), Portugal ocupa apenas a décima posição, atrás de Malta (98,9%), Chipre (97,3%) e a Grécia (95,9%). Na Bulgária, última classificada, apenas 44,2% das estâncias balneares tiveram nota “excelente”.

Segundo avança a Comissão Europeia, “a qualidade das águas balneares em Portugal tem vindo a aumentar nos últimos anos, sendo que 2017 contou com mais 36 estâncias balneares a entrar para a categoria «excelente», em comparação com o ano de 2016”. De resto, a qualidade das águas das estâncias portuguesas foi considerada “Boa” em 46 casos, “Suficiente” em 8 casos e apenas 5 têm água de qualidade “medíocre”.

As 3.801 amostras portuguesas foram recolhidas entre 1 de maio e 15 de outubro de 2017.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB