​easyJet pretende atingir recorde de 90 milhões de passageiros em 2018

Se conseguir alcançar esta meta, isso representará um aumento de 10 milhões de passageiros, face ao número transportado pela easyJet no ano passado.

A companhia aérea ‘low-cost’ easyJet tem como objetivo para 2018 atingir um recorde 90 milhões de passageiros.
Se conseguir alcançar esta meta, isso representará um aumento de 10 milhões de passageiros, face ao número transportado pela easyJet no ano passado.
 
“Para alcançar este objetivo, a easyJet abrirá, em março deste ano, a sexta base francesa da companhia aérea em Bordéus, criando 110 empregos diretos, com três aeronaves A320 e cinco novas rotas”, explica um comunicado da companhia aérea.
“Alcançar estes objetivos revelará o sucesso da nossa orientada e rigorosa estratégia de crescimento. Queremos ser cada vez mais relevantes para os portugueses e é através desta nossa visão que conseguimos continuar a fortalecer a nossa posição de mercado, possibilitando cada vez mais opções aos nossos passageiros, assim como tarifas mais baixas e um ótimo serviço”, referiu José Lopes, diretor easyJet para Portugal.
 
Seguindo um programa de atualizações do A319, durante o mês de janeiro, mais de metade da frota da easyJet será substituída pelos Airbus A320, aviões que terão capacidade para transportar até 186 passageiros cada um.
 
Segundo o comunicado da easyJet, a companhia aérea  contará também com o Airbus A320neo na sua operação.
“Este novo modelo desempenha um papel importante na redução da pegada ambiental da companhia, permitindo a redução da emissão de CO2 em 15%. Além da melhoria da eficiência de combustível, o Airbus A320neo apresenta também uma redução do ruído em 50%”, destaca o referido comunicado.
 
Na primavera, toda a frota da companhia aérea ultrapassará 300 aeronaves.
 
A easyJet reclama ser a companhia aérea europeia líder, transportando mais de 73 milhões de passageiros por ano, dos quais 20% viajam em negócios.
A easyJet opera mais de 250 aviões em mais de 800 rotas para mais de 130 aeroportos em 31 países.
“Mais de 300 milhões de europeus vivem a menos de uma hora de distância de um aeroporto onde a easyJet opera”, destacam os responsáveis da companhia.
O mesmo comunicado salienta que, “desde 2000, a easyJet reduziu as emissões de carbono por passageiros, por quilómetro, em mais de 30%”, acrescentando que “o mais recente objetivo é uma redução de mais 10% a partir da ‘performance’ de hoje até 2022 e uma melhoria de 38% desde 2000”.


Mais notícias