Ambiente

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, sob aviso amarelo estão os distritos de Coimbra, Viseu, Guarda, Castelo Branco e os grupos ocidental (São Miguel e Santa Maria) e central (Graciosa, Terceira, S. Jorge, Faial e Pico) dos Açores.

A tendência para o início da próxima semana será de melhoria.

A organização Climaximo aproveitou a ocasião da ida da seleção nacional ao Campeonato Mundial, na Rússia, para alertar sobre a perfuração para procura de petróleo ao largo de Aljezur. O furo avança “apesar das alterações climáticas, contra a vontade das populações e de todas as autarquias da região, e sem avaliação de impacto ambiental”, dizem.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 14 graus Celsius (em Bragança) e os 21 (em Castelo Branco e Portalegre) e as máximas entre os 26 graus (em Faro) e os 36 (em Santarém).

As temperaturas mínimas vão variar entre os 15 (em Bragança) e os 24 (em Portalegre) e as máximas entre os 29 graus (Viana do Castelo, Porto e Braga) e os 40 (em Santarém).

O resumo não técnico do Estudo de Impacto Ambiental (EIA), a que o Público teve acesso e que está prestes a entrar em processo de consulta pública, determina que o aeroporto requer um novo acesso à A12.

A Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável atualizou este sábado os dados sobre a pegada ecológica e adiantou que se cada pessoa na Terra vivesse como um típico português a humanidade precisaria de 2,19 planetas para sustentar as suas necessidades.

As temperaturas máximas previstas são de 25 graus Celsius em Lisboa, 28 em Faro, 22 no Porto, 30 em Bragança, 25 em Ponta Delgada e 25 no Funchal.

/
PUB
PUB
PUB