InícioRespostas Rápidas
Respostas Rápidas

É talvez o mais aguardado encontro do presidente norte-americano Donald Trump com um seu homólogo: o presidente da Rússia, Vladimir Putin. A agenda não é conhecida, mas os temas que estão em cima da mesa sim. De qualquer modo, é um encontro envolvido em grande mistério.

O debate sobre o Estado da Nação é sempre um pouco ao lado do estado do país. E este ano não fugiu à regra: marcado pelas palavras sobre o aprofundamento da ‘geringonça’ proferidas pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e pela negociação do Orçamento de Estado, António Costa descreveu, como lhe competia, o país de todos os sucessos.

As alterações ao decreto que regula o subsídio de mobilidade aos residentes e estudantes no arquipélago em viagens aéreas foram aprovadas com os votos contra do PS, criando um verdadeiro embaraço aos socialistas madeirenses que já condenaram o sentido de voto do seu partido.

Os deputados reapreciaram e aprovaram a segunda versão da lei que vai regulamentar as plataformas de transporte como a Uber, Cabify e Taxify. O regulamento volta às mãos de Marcelo Rebelo de Sousa, que não aprovou a primeira versão.

Em mais um encontro atribulado, muito por causa da postura do presidente norte-americano nos dias anteriores, o primeiro-ministro português condensou a prestação portuguesa numa equação onde o aumento dos investimentos na defesa pode ser replicado em três frentes. Quando ao mais, tudo está bem quando acaba bem.

Conotados com a extrema-direita, com o trafico de armas e de drogas e com ações violentas muitas vezes sem uma explicação clara, os Hells Angels são um fenómeno que pode ter ligações ao desporto e à cinzenta área da segurança noturna.

"Foi bom jogar em Madrid", disse Cristiano Ronaldo no final da última Liga dos Campeões. Nove anos depois de chegar ao Real Madrid, o craque português muda-se para a Serie A italiana.

Marcelo promulgou o novo Código das Mutualistas. O Governo e o regulador terão até 120 dias para definir as mutualistas que vão passar a estar sob supervisão da ASF, no âmbito do novo regime especial de supervisão. As associações de maior dimensão gozarão de um período de transição de 12 anos para adaptação ao novo regime.

PUB
PUB
PUB