InícioOpiniãoOpinião Secção
Opinião Secção

A Croácia não estudou devidamente a final do último Europeu, ganho por Portugal. Preferiu a franqueza ao cinismo. Assumiu a posse de bola e deu espaço à França. A final teria tido outra qualidade, e mais equilíbrio, com a Bélgica ou o Brasil, as outras duas melhores equipas da prova

O Bloco de Esquerda resolveu fazer um “Almedalsveckan” português em Castelo de Bode, recheado de autênticas pérolas…

A revolução digital chegou à indústria de energia e as empresas não podem ignorar um crescente número de tecnologias emergentes conjugadas com uma mudança nas expectativas dos consumidores.

Num espaço que se quer comum, devia olhar-se para os melhores exemplos e retirar daí os conceitos de aplicabilidade geral, os mais resilientes numa perspetiva económica e os mais sustentáveis no âmbito da, cada vez mais necessária, responsabilidade social.

Aquilo de que Portugal menos necessita é da estéril verborreia baseada em cálculos políticos de circunstância, sem atender às debilidades estruturais do país.

Esta Carta/Apelo é reveladora do sectarismo de alguma esquerda portuguesa, para quem a Justiça é boa quando investiga pessoas de direita e se torna altamente suspeita quando dedica atenção a algum "camarada".

É importante equacionar a necessidade de realizar ações de formação e sensibilização dos colaboradores, para garantir que a política de proteção de dados pessoais adotada é transversal a toda a organização.

A realidade tecnológica que se avizinha é um misto das nossas aspirações e necessidades como sociedade.

/
PUB
PUB
PUB