InícioObjetivoObjetivo Política & Economia
Objetivo Política & Economia

Os 13 conselheiros do TC, nomeados pelos partidos na AR, deixaram prescrever os prazos de coimas a esses mesmos partidos por irregularidades face à lei do financiamento partidário. E não sentem que têm explicações a dar?

Esta Carta/Apelo é reveladora do sectarismo de alguma esquerda portuguesa, para quem a Justiça é boa quando investiga pessoas de direita e se torna altamente suspeita quando dedica atenção a algum "camarada".

Uma sociedade que não aplica a Justiça, sobretudo não a aplica aos grandes roubos, é uma sociedade enferma, anestesiada pelos poderes ocultos, por partidos degradados.

Se Joana Marques Vidal não continuar como PGR, teremos a prova definitiva de que a saúde da sociedade portuguesa já não será compatível com estes dois partidos, o PS e o PSD.

Os países, tal como os conhecemos, não são meras fronteiras desenhada num mapa. Nunca foram. Têm pessoas lá dentro (...) Na Europa, e nos EUA, vamos ter de ouvir os cidadãos e respeitar a sua vontade, até de limitar quem cá entra para residir

Catarina Martins faz bem em continuar a provocar. Que provoque à vontade, sobretudo se isso servir para sermos mais conscientes da nossa realidade e da nossa História (...) Mas que não pareça sempre querer apenas diminuir Portugal, as suas portuguesas e os portugueses de sempre.

Quando se fala de natalidade, está, pois, a falar-se de economia e de justiça social. De futuro. É por isso que faz todo o sentido colocar a questão de um ponto de vista económico-financeiro, de investimento e de ajuda às famílias

A União Europeia, sabe-o qualquer pessoa que já tivesse vida antes de 1974 ou se interesse pela História, foi uma alavanca para que Portugal pudesse sair do subdesenvolvimento de décadas

PUB
PUB
PUB