InícioEspeciaisEspecial Dia Mundial da Poupança
Especial Dia Mundial da Poupança

Numa família com dois automóveis, com um consumo mensal de 180 litros, escolher o posto mais barato pode valer uma poupança de 540 litros por ano. No Porto consegue poupar-se mais que em Lisboa.

Renegociar o crédito ou transferi-lo para outra instituição financeira pode ser a chave para poupar. A consolidação dos vários créditos do agregado também permite poupanças de monta.

Juros acima do mercado, benefícios desperdiçados e taxas desnecessárias. Está a utilizar da melhor maneira o seu cartão de crédito?

Algumas mais básicas, outras que nunca nos passariam pela cabeça. No Dia Mundial da Poupança, o Jornal Económico foi ouvir os melhores conselhos dos especialistas para poupar.

Garrafas reutilizáveis, refeições equilibradas, parcimónia na quantidade de presentes, atenção aos gastos de energia no Inverno e preferência pela compra de produtos nacionais são alguns conselhos da SPV para os portugueses no Dia Mundial da Poupança de 2017.

No plano empresarial, mesmo efetuando compras em pequenas quantidades, as Pequenas e Médias Empresas (PME) têm várias vantagens em comparar preços antes de comprar.

Com o Dia Mundial da Poupança a 31 de outubro, os especialistas alertam para baixas poupanças e fraco conhecimento sobre investimento no país.

Assiste-se hoje à contração da poupança das famílias, contrastando com o reforço significativo da poupança das empresas.

/
PUB
PUB
PUB