InícioEmpresasTransportes
Transportes

As duas empresas vão começar a trabalhar juntas na Cidade do México e em São Paulo em novas soluções de mobilidade.

"Com esta decisão de relançar dias de greve suplementares, subindo o total para 15, eles escolhem por ainda mais em perigo a situação económica da companhia e ainda aumentam o risco de prejudicar profundamente a confiança e a fidelidade dos clientes", refere a empresa no comunicado.

"Neste momento estamos a funcionar em todas as linhas, com as limitações que são conhecidas decorrentes da greve, portanto com menos capacidade e com atraso relativamente aos horários habituais, e estamos a fazer uma gestão mais do que dia a dia, uma gestão hora a hora, da disponibilidade de frota para operar”, afirmou fonte oficial da empresa.

Numa mensagem enviada aos trabalhadores da companhia aérea, a que Jornal Económico também teve acesso, Antonoaldo Neves destaca que o lucro de 21,2 milhões de euros registado no ano passado pela TAP SGPS foi “o melhor resultado dos últimos dez anos” mas adianta que os "resultados ainda não são confortáveis".

Decisão de convocar uma “ação industrial, incluindo o recurso à greve”, “num dia, num determinado período” foi anunciada depois de uma reunião na sede do SNPVAC – Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, em Lisboa, com vários sindicatos europeus.

Em comunicado, a companhia indicou, que após a conclusão das negociações e para “colocar um fim ao conflito”, a administração da Air France avançou, no passado dia 16, uma proposta para uma subida salarial de 7% por quatro anos, além de subidas individuais, mas que acabou por não reunir a adesão necessária.

Este anúncio é feito na mesma altura em que os tripulantes de cabine da transportadora aérea irlandesa, de sindicatos de países diferentes, se reúnem para decidir se convocam uma greve geral a nível europeu.

Após as deliberações da reunião, a decisão final ser anunciada numa conferência de imprensa conjunta, que terá lugar pelas 15 horas.

PUB
PUB
PUB