InícioEmpresasBanca e Seguros
Banca e Seguros

CaixaBank apresenta resultados em Valência. Os dividendos serão distribuídos também para fora de Barcelona. Este é o primeiro grande exemplo de uma empresa sediada na Catalunha que distribui dividendos para fora desta comunidade autónoma que está ameaçada pelos ímpetos independentistas de Carles Puigdemont.

Durante a conferência da ASFAC o secretário de Estado deixou um recado aos bancos: "Aquilo que se exige é que os bancos assegurem uma correta avaliação da evolução do risco do crédito e que adotem as medidas necessárias para evitar uma afetação ineficiente dos recursos financeiros". Mourinho Félix diz que “Portugal tem de entender as fintech como uma oportunidade”.

A justificação para a melhoria das classificações de rating assenta no closing da venda do Novo Banco. "Com a injeção de capital e a redução das obrigações de dívida sénior em dívida, esperamos que o banco melhore significativamente o seu capital, reduza a carga de juros a pagar e aumente a sua base de depósitos, o que terá um efeito positivo no perfil financeiro do banco.

As instituições bancárias britânicas não estão a aceitar que empresas que utilizam criptomoedas abram contas no Reino Unido, temendo que o setor esteja pejado de criminosos e de esquemas fraudulentos.

A Associação Portuguesa de Seguradores prometeu estender o fundo solidário aplicado em Pedrógão Grande aos incêndios da semana passada, agilizando processos para que os pagamentos, que se estimam em centenas de milhões euros, cheguem com rapidez.

As organizações abrangidas pelo novo Regulamento já estão a sentir o efeito das ameaças cibernéticas: a questão não é se sofrerão um incidente cibernético, mas quando.

A possibilidade de o Estado pôr mais dinheiro no Novo Banco em cenário muito adverso tem a duração do plano de reestruturação. Até lá o banco está protegido contra resgates com perdas assumidas por acionistas, credores e depositantes acima de 100 mil euros.

A intenção é investir em, pelo menos, mil empresas do setor de tecnologia ao longo da próxima década, revelou o CEO do conglomerado japonês.

/