Início25Abril
25Abril

A Liberdade em Portugal fez ontem 43 anos. Veja as melhores imagens.

António Costa explicou como foi a sua experiência de vida no dia que marcou a revolução dos cravos, há 43 anos.

Jerónimo de Sousa considerou ser "uma declaração importante que precisa de ser concretizada" e reivindicou "medidas concretas." Deputados do BE e do PCP não aplaudiram o discurso do Presidente da República.

Presidente da República alerta para o perigo de "radicalismos egoístas e excedentes, racismo e xenofobia, messianismos que da democracia apenas gostam de usar o que lhes convenha."

Deputado socialista defende Europa "mais democrática" e defensora dos "grandes valores universais".

Da Coca-Cola à proibição do matrimónio para algumas classes profissionais, o que não existia em Portugal antes do 25 de abril de 1974 parece obra de ficção científica.

É uma batalha antiga da deputada do PSD (e candidata à Câmara Municipal de Lisboa), retomada hoje na sessão solene referente ao 25 de abril na Assembleia da República. "A proveniência da riqueza deve ser justificada."

Faz hoje 43 anos que Portugal acordou em Liberdade colocando um ponto final a meio século de ditadura. A sociedade portuguesa sofreu alterações profundas depois de 1974. O Jornal Económico mostra-lhe as grandes obras que marcaram o país depois da revolução dos cravos.

PUB
PUB
PUB